Autocoaching? Faço sim!


Por Silvia Queiroz*

Ah, se todo mundo conhecesse ou mesmo aplicasse as técnicas do coaching na própria vida! Seria incrível ver as mudanças sociais que essa metodologia fantástica faria. Mas, muitos não conhecem ainda os benefícios do coaching e tampouco sabem que estes podem ser auto aplicados.

Na verdade, o autocoaching deveria ser como uma academia: essencial para todos! Uma boa gestão pessoal inclui, inevitavelmente, um bom planejamento, ações programadas e acompanhamento dos resultados. Afinal, como diria Sêneca, “Nenhum vento será favorável para o barco que não sabe o seu porto de destino”. Se temos objetivos, estes precisam ser monitorados.

Para tanto, um aspecto primordial a se considerar é que devemos nos responsabilizar por nossos sonhos e objetivos. Se você identifica bem as ações que deve realizar, mas não as pratica, então o autocoaching não vai funcionar. Não adianta apenas pensar no que precisa mudar. É preciso agir! Resultados novos vêm quando agimos de maneira diferente.

Eu não sei quantos de vocês já assistiram ao filme Flashdance. Neste enredo, uma moça com um sonho de ser bailarina se vira de todas as formas possíveis para realizar seu grande objetivo. Numa das cenas emblemáticas, ela treina compulsivamente ao som de Maniac, enquanto seu cachorro apenas a observa. E sabe de uma coisa? Se você quer ver sonhos e objetivos se tornando realidade e quiser cantar “What a feeling” quando sentir a sensação incrível de ver do que é capaz de conquistar, então você tem que se tornar maníaco por sua meta.

Quer juntar um milhão de reais? O que precisa fazer para isso acontecer? Que gastos têm que cortar? Onde pode investir “as pilas” que te sobram todo mês? O que precisa estudar? E o mais importante de tudo: o que você deve deixar de fazer (ou de gastar) para juntar o montante desejado? Cada história tem um enredo. O que você precisa policiar em si, talvez não seja o mesmo que seu vizinho tenha que fazer.

Por isso mesmo devemos olhar para dentro de nós. Um processo de autocoaching eficiente só acontece quando somos capazes de observar quais são nossas fraquezas e nossas potencialidades. Imagine a bailarina acima do peso querendo estar no palco. Não vai acontecer. Certas vezes, precisamos ter uma espécie de “pré-meta”, cujo objetivo é consertar algo primeiro para depois avançar. Pense como seria ineficaz, por exemplo, começar a investir num fundo rentável qualquer quando se está devendo no cheque especial e os juros pagos nestes são bem menores que os rendimentos proporcionados por aquele.

Autocoaching é uma metodologia aplicável, mas tem que se tornar um estilo de vida para dar certo. É preciso haver honestidade, clareza, ousadia e organização para que qualquer sonho se torne realidade. Quando aprendemos as benesses desta forma de viver, não conseguimos mais abrir mão dela. Eu costumo dizer que autocoaching é vida! É uma forma de viver fazendo a diferença, construindo a existência e performando melhor.

Por tudo isso, eu digo: autocoaching? Eu faço sim! E você?

*Silvia Queiroz é Psicóloga Clínica, Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas, Mestre em Teologia, Coach e Analista DISC pela SLAC, Escritora, Palestrante e Membro Toastmasters Internacional.

Publicar um comentário

0 Comentários