Desfile das Campeãs: feliz da vida ex Panicat Tânia Oliveira desfila com 10 kg acima do seu peso

Foto - Divulgação/Renato Cipriano

A ex Panicat Tânia Oliveira  estreou neste carnaval como Madrinha de Bateria da Escola de Samba Acadêmicos do Tucuruvi, do Grupo de Acesso do Carnaval Paulistano e considera-se como pé quente, pois a agremiação foi a vice-campeã do grupo e ganhou o direito ao desfile das elites do carnaval no próximo ano.

A beldade que está com 41 anos, possui longa trajetória no carnaval, completou neste ano o seu vigésimo ano de participação na folia de momo, tendo passagens pelas escolas X9 Paulistana, Tom Maior e Dragões da Real, além de ter sido Musa da Padre Miguel em 2010 no carnaval carioca e também Rainha de Bateria em 2017 pela União da Ilha do Governador.

Foto - Divulgação/Renato Cipriano

No carnaval passado, Tânia desfilou pela Dragões da Real, que foi a vice campeã do grupo especial e quando questionada o porque aceitou o convite da Tucuruvi para desfilar no carnaval 2020, sendo que a escola está no grupo de acesso, Tânia não exitou na resposta: "Eu amo o carnaval e não ligo para o grupo em que a escola esteja, o importante é eu me sentir bem e respeitada, até porque isso de grupo é um jogo e as escolas podem estar em um ano por cima e no ano seguinte em outra posição ou até mesmo outro grupo".

Foto - Divulgação/Renato Cipriano

"Estou 10 kg acima do meu peso normal e isso não tirou a minha alegria de sambar, de participar do carnaval e muito menos de estar a frente da bateria. Afirmo que estou feliz da vida! Para mim está sendo tudo muito especial neste vigésimo carnaval, e eu mesmo fiz questão de confeccionar a minha fantasia, onde colei uma por uma das quase 40 mil pedras de cristais, entre o maiô, costeiro e bota, em um trabalho artesanal para que ficasse na memória este desfile", contou Tânia.

Publicar um comentário

0 Comentários