Doria empossa 250 novos policiais civis

Foto - Governo do Estado de São Paulo
Futuros delegados passarão por curso de formação na Acadepol

O Governador João Doria empossou, na noite de sexta-feira, 14 de fevereiro, 250 novos delegados. A próxima etapa para os aprovados em concursos públicos é o início dos cursos de formação da Academia de Polícia Civil Doutor Coriolano Nogueira Cobra (Acadepol). As aulas já se iniciam na semana seguinte à posse.

"A partir de agora, vocês fazem parte da melhor Polícia Civil do Brasil. Carreguem isso com orgulho", disse Doria. "Quem lhes dá o distintivo e os delega o dever de proteger é a sociedade brasileira. Os senhores existem para protegê-la", afirmou o Secretário da Segurança Pública General, João Camilo Pires de Campos. O efetivo teve a nomeação publicada no dia 1º de fevereiro no Diário Oficial do Estado (DOE).

O Delegado-geral de Polícia, Ruy Ferraz Fontes, também participou da cerimônia e destacou que a chegada dos novos delegados marca uma nova era para a Polícia Civil. "Os senhores irão testemunhar uma nova polícia. Conto com os senhores para que a Polícia Civil cresça na medida que precisa", ressaltou.

Homenagens

Ao longo da solenidade, três novas delegadas receberam homenagens de Doria por terem alcançado os três primeiros lugares no concurso.

Foto - Governo do Estado de São Paulo
"Quero cumprimentar a todos que aqui estão e destacar a força e capacidade da mulher. Vocês, delegadas atuantes na Polícia Civil de São Paulo, carregarão a bandeira de defesa da mulher brasileira", frisou o chefe de Estado.

Formação

A formação dos novos delegados compreende cerca de seis meses e duas semanas de estágio em unidades policiais. Os profissionais estudam em média 30 disciplinas, como Criminalística, Armamento e tiro, Direitos Humanos e Conduta Policial e Técnicas de Abordagem.

Durante os cursos, os alunos ainda participam de palestras sobre Legislação. Depois de formados, os policiais serão distribuídos de acordo com a classificação final do curso e da necessidade de cada região.

Reforço no efetivo

Para reforçar ainda mais o efetivo, em breve, outros 600 policiais civis devem ser nomeados - todos investigadores. Além disso, o Governo autorizou ainda a abertura 2.750 vagas para concursos da Polícia Civil, sendo 250 delegados, 900 investigadores e 1.600 escrivães.

No início do mês, também tomaram posse outros 1,4 mil policiais civis. Do total, foram 617 escrivães, 312 agentes policiais, 239 agentes de telecomunicação, 166 papiloscopistas e 109 auxiliares de papiloscopistas. Os policiais já iniciaram o curso de formação na Acadepol, que tem duração de cerca de seis meses.

Publicar um comentário

0 Comentários