Empresas brasileiras também adotam home office para evitar Coronavírus


Funcionários passam por quarentena ao voltar de viagens. Especialista dá dicas de como manter a produtividade em casa

Na China o home office já é uma realidade para evitar o contato e o deslocamento dos funcionários. A medida preventiva ajuda no combate à disseminação do vírus. No Brasil, o sinal de alerta se acendeu definitivamente com o primeiro caso confirmado e algumas empresas já estão adotando as recomendações da Organização Mundial da Saúde. A OMS, em documento oficial, aconselha algumas estratégias preventivas, entre elas o home office.

Para quem for ficar em casa trabalhando, a especialista em produtividade Tathiane Deândhela, autora do livro “Faça o tempo trabalhar para você”, dá dicas de como manter o foco e fazer o tempo render fora da empresa. “Para algumas pessoas isso pode ser um desafio, porque em casa temos mais distrações e outros afazeres nos chamando, mas é preciso fazer o tempo trabalhar a seu favor”, comenta.

Confira as dicas:

Crie uma agenda eficiente
Existem algumas etapas principais que devem ser consideradas ao elaborar uma agenda eficiente. É fundamental que a pessoa perceba a importância de estabelecer e cumprir os horários que propôs para si mesmo. Caso contrário, é muito fácil distrair-se e acabar não realizando nada durante o dia.

É válido lembrar que uma agenda não deve ser elaborada sem levar em consideração tempos de atraso ou intervalos. Quanto mais rígida a sua agenda, maior as chances de frustrar-se tentando segui-la.

Tenha um lugar próprio para trabalhar
Para ser produtivo trabalhando em casa, é preciso definir um lugar apropriado para realizar as atividades. Deitar na cama com o notebook no colo vai dar sono e, com certeza, a tentação de se permitir alguns cochilos virá - o que não é nada produtivo!

Opte por lugares claros e frescos, preferencialmente isolado. Mantenha o ambiente sempre organizado e limpo: mesmo estando em casa, não convém trabalhar em uma mesa suja. É preciso ter suas ferramentas prontas e a postos: papeis, canetas, post-its, régua, fita durex, grampeador e o que mais necessitar. Organização é fundamental para que o trabalho seja realizado de maneira mais tranquila e totalmente necessária para a concentração.

Encontre técnicas de foco
Definir períodos de descanso é muito importante e períodos de ação também. A técnica do pomodoro pode ser uma das que se tornam o melhor amigo do home office. Consiste em inserir intervalos curtos a cada 20/30 minutos de trabalho, segundo os seguintes passos:

  • Liste as tarefas que precisam ser feitas;
  • Inicie o cronômetro (geralmente 25 minutos);
  • Escolha a tarefa inicial;
  • Trabalhe na tarefa escolhida até que o alarme toque. Se alguma distração importante surgir, anote e volte o foco imediatamente à tarefa;
  • Quando o alarme tocar, se houver finalizado completamente a tarefa, marcar um “x” na lista;
  • A cada 2 marcações, fazer uma pausa curta (3-5 minutos). Beba uma água, espreguice, vá ao banheiro etc.
  • A cada 4 “x” marcados, fazer uma pausa mais longa (15-30 minutos).
  • Zere o cronômetro e a contagem de marcações.
  • Retorne ao passo 1.

Essa técnica é ótima para manter o cérebro descansado e estimular-se a produzir o máximo que você conseguir em períodos curtos.

Não se distraia!
As distrações para quem trabalha em casa são tantas que é quase impossível evitá-las. Redes sociais, jogos e apps, família, TV, animais de estimação, a música do vizinho, tarefas da casa etc. Trabalhar assim requer adaptação e apoio da família para dar certo. Converse com as pessoas que moram com você e explique que, assim como qualquer emprego, você tem tarefas a cumprir.

Caso tenha filhos, defina escalas para ver quem fica com eles e combine para que não haja interrupções. Delegar (e fazer!) tarefas da casa também é crucial para ter resultados acima da média no trabalho.

Descubra ferramentas para aumentar a produtividade
Ao trabalhar em casa, o cuidado para ser mais produtivo deve ser triplicado. Felizmente, hoje em dia existem inúmeras ferramentas que podem ajudar com isso. Abaixo segue uma lista de alguns programas que a especialista recomenda, mas é bom pesquisar também outros - cada pessoa se adapta de maneira diferente, e uma ferramenta que pode ser ótima para uns talvez não seja para outros.

  • Evernote
  • Wunderlist
  • Aprovado
  • Trello
  • Google Agenda

Apesar de todo o conteúdo gratuito que pode encontrar na internet, não deixe de investir em si mesmo. “Desenvolver-se e ampliar seus conhecimentos pode gerar resultados extraordinários. Aproveite a economia de tempo de deslocamento e procure cursos e livros que agreguem ao trabalho e ao desenvolvimento pessoal e profissional. Fazer o tempo render a seu favor pode ser uma grande vantagem”, finaliza a especialista Tathiane Deândhela.

Enviar um comentário

0 Comentários