O que acontece quando se termina um relacionamento tóxico?


Veja cinco dicas sobre como se recuperar

Hoje em dia, a questão de ‘relacionamentos tóxicos’ ganhou grande destaque. O principal fator para que um relacionamento se torne ruim para uma ou ambas as partes é a dependência emocional.

“Relações assim costumam ficar marcadas naquele que mais se afetou, e tende a continuar interferindo na vida amorosa, por mais que acabe”, conta Edshow, especialista em inteligência emocional. O fim desse relacionamento se divide em 5 fases, conforme conta o especialista.

  1. Raiva - é comum xingar e esbravejar, desejar o mal à outra pessoa. É comum que nessa fase você delete o número de telefone, bloqueie das redes sociais etc., e dura de 2 a 3 semanas.
  2. Culpa - é o sentimento de que não deu certo por você, que todas as suas atitudes foram erradas, que poderia ter sido diferente se não fosse por você. Também dura em torno de duas semanas.
  3. Recaída - aquele que mais sofreu e onde a dependência emocional é mais latente passa a se arrepender e querer novamente se contentar com as migalhas que recebia, tentando se convencer de que aquilo era o bastante. Pode acontecer uma tentativa de reatar o relacionamento e, infelizmente, a humilhação.
  4. Maturação - ao conseguir passar pela fase anterior, sem entrar de novo no problema, o amor próprio começa a voltar, assim como o respeito por si mesmo.
  5. Libertação - vitória e transformação de quem passou e sobreviveu ao término de um relacionamento tóxico. A nova percepção de que a vida é sua e depende apenas de você para ser feliz.

“Algo que pode explicar muito bem qual o sentimento ao alcançar a quinta fase é: você se basta. Não há sensação melhor do que a libertação”, conta Edshow.

Se você passou por uma situação difícil em um relacionamento e está em alguma dessas fases, persevere, pois no final vale muito mais a pena. Você só vai amar alguém com plenitude se amar a si mesmo.

Publicar um comentário

0 Comentários