Prefeitura de São Paulo anuncia operação de limpeza para o Carnaval 2020

Foto - Amlurb/Divulgação
Todos os resíduos coletados por 2.947 mil agentes serão enviados para as Centrais Mecanizadas de Triagem para reciclagem

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb) anuncia o plano de limpeza para o Carnaval 2020. A operação contará com 2.947 funcionários, entre varredores, motoristas e ajudantes de serviços. Pelo segundo ano consecutivo, a autarquia enviará 100% dos resíduos coletados durante a varrição para as duas Centrais Mecanizadas de Triagem da Prefeitura, a fim de reciclar o máximo possível.

Além dos agentes de limpeza urbana, a cidade também contará com uma frota de 320 veículos, entre caminhões compactadores, veículos de lavagem e varredeiras mecanizadas. Para o descarte correto durante os eventos, os foliões contarão com 505 contêineres, 1.140 cestos aramados e 247 Pontos de Entrega Voluntaria (PEV’s) que recebem os resíduos recicláveis (vidro, papel, metal e plástico).

“A operação de limpeza do Carnaval de Rua e Sambódromo é sempre uma grande festa. Nós preparamos tudo pensando no bem estar dos foliões que querem curtir toda a programação, assim como os trabalhadores que precisam das vias liberadas no dia seguinte. É gratificante ver a limpeza pós bloco, parece mágica, mas se trata de uma mega operação da organização do Carnaval, parceiros, 2.947 agentes de limpeza e 187 servidores da Amlurb fiscalizando junto”, comenta Edson Tomaz de Lima Filho - Presidente da autarquia.

Segundo a Secretaria Municipal de Cultural, a cidade deve atrair cerca de 15 milhões de pessoas, entre 678 blocos e 717 desfiles. Para ampliar os serviços de limpeza na capital durante esses eventos, a Amlurb investiu em um aditivo de R$ 5,9 milhões nos contratos de varrição, que abrange os serviços de instalação de cestos aramados, PEV’s, lavagem das vias, varrição, coleta e destinação dos resíduos de vias públicas e sambódromo.

Operação em números. Fonte - Amlurb/Divulgação

Na última edição do carnaval, a Amlurb recolheu cerca de 916 toneladas de resíduos, entre os dias 23 de fevereiro e 10 março de 2019, somando os desfiles de rua e Sambódromo do Anhembi - a expectativa para esse ano é coletar 5% a mais. Todos os materiais foram encaminhados às Centrais Mecanizadas de Triagem (Ponte Pequena e Carolina Maria de Jesus), e foram reciclados aproximadamente 50% do total recolhido, ou seja, 458 toneladas. Ao todo, a operação contou com cerca de 1.840 agentes de limpeza, uma frota de 214 veículos e foram utilizados 9.179 m³ de água reutilizável para lavar as vias. O investimento da operação foi de aproximadamente 3,3 milhões de reais.

Recicláveis - Campanha Educativa

A fim de incentivar o descarte correto dos materiais recicláveis durante os blocos de rua e ajudar a produzir um carnaval mais consciente, a Prefeitura de São Paulo, por meio da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb) instalou 247 Pontos de Entrega Voluntária (PEV’s) na cidade com frases educativas inspiradas em famosas marchinhas de carnaval. Os equipamentos estarão distribuídos nas principais ruas e avenidas da cidade, além do sambódromo, e devem impactar cerca de 15 milhões de pessoas.

Foto - Amlurb/Divulgação
Os Pontos de Entrega Voluntária, que recebem os materiais recicláveis, estão com três mensagens educativas: “Eí, você aí, joga o seu reciclável aqui!”, “Ó abre alas, que minha latinha vou reciclar!” e “Alô Folião! Embalagem no chão, não!”. Além dos PEV’s, os foliões contarão com 505 contêineres e 1.140 cestos aramados para descartar os resíduos durante os eventos.

Publicar um comentário

0 Comentários