Água Doce completa 30 anos apostando na típica culinária brasileira

O empresário Doce Delfino Golfeto fundador da Água. Foto - Divulgação

Rede que nasceu modesta na garagem do fundador, hoje apresenta ao mercado três modelos de negócios para quem deseja investir no segmento de alimentação

A Água Doce Sabores do Brasil completou 30 anos de atuação no mercado brasileiro. A rede de franquias de alimentação foi fundada em 1990, em Tupã, no interior de São Paulo, e ingressou no segmento de Franchising em 1993.

Idealizada pelo empreendedor Delfino Golfeto, a rede foi precursora de um conceito de casual dining verdadeiramente brasileiro que valoriza tanto a gastronomia quanto bebidas autênticas nacionais, com destaque para a cachaça. Os 80 restaurantes da marca apresentam pratos típicos com um toque caseiro e regional, porções generosas, drinques criativos com ou sem álcool, além de uma seleção das melhores cachaças brasileiras.

Um pouco de história

Foto - Divulgação

A Água Doce foi fundada por Delfino Golfeto. De origem humilde, o empresário trabalhou como boia fria, estudou, se formou em Tecnologia de Açúcar e Álcool e fez pós-graduação em Gestão Empresarial. Com isso, assumiu o cargo de gerente agroindustrial em algumas usinas por onde passou. Mas isso não era o suficiente para ele. Um dos sonhos era abrir um espaço gastronômico, focado em proporcionar um ambiente familiar com excelência no atendimento prestado aos clientes. Em 1990, Delfino teve a ideia de aliar seu conhecimento e a apreciação por cachaças a um restaurante, criando assim a marca Água Doce.

Sem muito capital para investir, o negócio foi aberto na garagem de casa, que contava com um pequeno balcão improvisado, onde eram servidas as cachaças e os coquetéis diversificados para degustação. Além da facilidade de Delfino em selecionar boas bebidas, a esposa Silvia Maria tinha mãos de fada para preparar quitutes de dar água na boca, fatores que contribuíram diretamente para divulgar o nome e promover a fama da Água Doce, que rapidamente virou referência na região.

Já em 1993, com os processos e padrões mais maduros, a Água Doce decidiu dar um novo passo e abriu a primeira unidade franqueada. A aceitação do mercado foi evidente, assim, o ritmo de expansão foi acelerado em 1995, atraindo investidores de diferentes partes do Brasil.

A evolução continuou e, em 2006, foi criada a Central de Distribuição Logística, para atender à demanda dos restaurantes da marca, que se espalhavam por vários estados. Em 2013, a rede foi eleita pela ABF (Associação Brasileira de Franchising) como a Melhor Franqueadora do Brasil. Em 2016, a marca entrou para o “Hall da Fama” da mesma entidade, em um painel em que constam somente as empresas premiadas.


Franquia

Foto - Divulgação

Com um cardápio robusto de acento tropeiro, os restaurantes da Água Doce são destino para famílias e grupos de amigos que buscam fazer de almoços, jantares, happy hours e confraternizações variadas um momento especial de entretenimento.

Além do extenso menu de cachaças e drinques, a casa é reconhecida pelo melhor escondidinho do País, presente nas versões tradicional (carne de sol), camarão, frango e bacalhau. Explorando o conceito rústico, os restaurantes proporcionam espaço aconchegante aos clientes, com música ao vivo e espaço kids, mais conhecido como Doce Cantinho.

Atualmente são 80 unidades em nove estados brasileiros. A expansão é feita por meio de três modelos de negócios: Água Doce Sabores do Brasil (R$ 460 mil), Água Doce Express (R$ 268 mil) e Rei do Escondidinho (R$ 168,5 mil).

Publicar um comentário

0 Comentários