Coronavírus: eventos são cancelados e empresas adotam nova rotina


Como medida preventiva e seguindo orientações do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), da Organização Mundial da Saúde (OMS), vários eventos foram cancelados e novas medidas estão sendo adotadas por empresas no Brasil.

A Panini Brasil, empresa multinacional de quadrinhos e colecionáveis, decidiu adiar o evento do álbum de figurinhas NBA 2019-2020, que aconteceria neste sábado, 14 de março, no espaço Hoops Park, em São Paulo.

A Associação Cultural Casa das Caldeiras anunciou o adiamento das festas que estavam programadas para os próximos fins de semana, e que marcariam o encerramento da temporada do projeto TodoDomingo Musical em SP.

No dia 15 de março, aconteceria a festa Sexta Básica, com participação de Dj Thiagão, Patuá DJs, Banda Glória tocando Chico Buarque, Bloco Me Lembra Que Eu Vou, Cumbia Calavera e Samuca e a Selva. E no dia 22, a celebração de dez anos da festa Calefação Tropicaos.

A organização informa, que os ingressos que foram adquiridos serão reembolsados de duas formas: as compras efetuadas por meio de cartões de crédito já foram canceladas e o valor pago originalmente será devolvido ao mesmo cartão utilizado durante a compra. O valor deverá aparecer na próxima fatura ou na subsequente, dependendo da data de fechamento da mesma e da data do pedido de reembolso. As pessoas que efetuaram a compra através de Débito ou Boleto também já tiveram suas compras canceladas e receberão um e-mail, no mesmo endereço associado ao pedido, com um link para que seja possível cadastrar uma conta bancária (conta corrente ou poupança).

Também como medida de responsabilidade e preventiva, a Costa Cruzeiros anunciou a interrupção das operações de seus navios na América do Sul a partir de 17 de março. A empresa italiana decidiu interromper voluntariamente os cruzeiros em seus navios para proteger a saúde e a segurança de hóspedes, tripulação e destinos.

"Visando a proteção da saúde e a segurança de seus hóspedes e tripulação, além das restrições imigratórias impostas pelas autoridades de outros países na América do Sul, a Costa Cruzeiros antecipa o término de sua temporada brasileira 2020 e anuncia a interrupção das operações de cruzeiros na região a partir do dia 17 de março. Os cruzeiros a bordo do navio Costa Fascinosa com embarques programadas para os dias 17, 23 e 31 de março e 6 de abril de 2020 estão cancelados. O roteiro de travessia Brasil-Itália, com saída em 14 de abril, também não ocorrerá", divulgou em nota a empresa.

Já o evento 'Mercado Manual' aconteceria no Natural da Terra nos dia 14 e 15 de março, foi suspenso. Em nota os organizadores do evento explicam que: "em meio ao agravamento da situação envolvendo o COVID-19 no Brasil e das divulgações oficiais da ampliação do vírus no Brasil e no mundo acatamos junto à diretoria do espaço Vila da Terra que seria prudente o cancelamento do Manual da Terra, uma vez que o local é fechado e o nosso evento propicia e incentiva o convívio e contato entre pessoas, não poderíamos garantir a segurança e bem-estar de todos".

Em comunicado, a indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi suspendeu, por tempo indeterminado, as viagens de todos os colaboradores, assim como o fluxo de visitantes.

Com escritórios no Brasil e nos Estados Unidos, a multinacional de engenharia e tecnologia Radix tomou medidas para evitar a propagação do coronavírus. A empresa formou um comitê, que se reúne diariamente acompanhando os últimos acontecimentos para definir, quando necessárias, novas diretrizes.

Além de a limpeza ter sido intensificada, foram espalhados mais recipientes de álcool em gel em diversos pontos dos cinco escritórios no Rio de Janeiro, em São Paulo, Belo Horizonte e Houston e Atlanta (EUA).

“Também vamos antecipar a campanha de vacinação contra a gripe na Radix. Todos os anos, oferecemos a vacina para toda a empresa um pouco antes do inverno. Desta vez, faremos como o Ministério da Saúde e anteciparemos a campanha”, conta Daniella Gallo, Diretora de Operações da Radix, acrescentando a empresa colocou um profissional à disposição dos funcionários para esclarecer dúvidas sobre os sintomas da doença e sobre o afastamento em caso de suspeita do vírus.

A rede de academias Bluefit, segunda maior do país, optou por intensificar os cuidados e adotar medidas que possam garantir aos mais de 190 mil usuários segurança, além de tranquilizá-los na hora do treino.

“Já temos uma rotina de higienização diária nas áreas comuns e equipamentos. Os produtos utilizados são de limpeza a seco completamente atóxico, PH neutro, sem petróleo e derivados a base de água. Ainda assim, optamos por triplicar o número de dispensers com produto antibactericida e garantir que o produto seja reposto a todo momento. “Nossa orientação é que os alunos priorizem a higienização das mãos e dos equipamentos antes e após o uso. Informamos ainda, aos que apresentam sintomas de gripe, sigam as recomendações dadas pela OMS e fiquem em casa repousando até que estejam completamente recuperados. Essa comunicação está sendo dentro da academia e vamos iniciar disparos de e-mails a todos os clientes cadastrados”, explica Fábio Guterres, Diretor de Operações da empresa.  

Publicar um comentário

0 Comentários