Educação: orientações sobre o coronavírus


A Secretaria de Estado da Educação de São Paulo (Seduc-SP), União Municipal dos Dirigentes de Educação (Undime-SP), Secretaria Municipal de Educação (SME-SP) e o Conselho Estadual de Educação (CEE-SP) reforçam a orientação para que todas as escolas das redes públicas dos Sistemas de Ensino do Estado e Município de São Paulo sigam as recomendações dos órgãos oficiais de saúde para a prevenção da transmissão do coronavírus.

Conforme Portaria No 356, do Ministério da Saúde, qualquer eventual medida sobre suspensão de aulas será tomada sob a orientação da Secretaria de Saúde do Estado, com a qual é mantida interlocução permanente.

CEE-SP
O CEE-SP ressalta que todas as unidades escolares continuam orientadas a cumprir os 200 dias de efetivo trabalho escolar, conforme previsto na legislação brasileira.

Seduc-SP
Entre os dias 02 a 06 de março, a Seduc-SP realizou o “Dia D” com atividades de mobilização para prevenção ao coronavírus. Nesse período, os 3,5 milhões de estudantes das 5,1 mil escolas da rede estadual de SP promoveram trabalhos pedagógicos e receberam informações e orientações com palestras de especialistas, dicas de higiene e cuidados, entre outras informações e esclarecimentos.

No dia 03 de março, ocorreu uma videoconferência envolvendo as 91 diretorias de ensino para capacitar os profissionais da rede. As equipes receberam instruções por meio de manuais e cartilhas em ações alinhadas com a Secretaria Estadual da Saúde. Além disso, foram encaminhados aos pais dos estudantes SMS com dicas de prevenção ao coronavírus.

A Seduc-SP compõe o Centro de Contingência do Estado para monitorar e coordenar ações contra a propagação do coronavírus, do Governo de SP.

SME-SP
Os funcionários das Diretorias Regionais de Educação receberam treinamento promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O Objetivo era informar e capacitar os profissionais sobre o novo coronavírus. A formação aconteceu em 7 de fevereiro e serviu para que as recomendações dos especialistas da saúde sejam replicadas nas unidades de ensino.

Undime-SP
A Undime tem se mantido em alerta para com os cuidados e ações preventivas diante do cenário nacional e paulista. Além disso, a instituição tem procurado participar de discussões que envolvam as ações preventivas e orientações a respeito do coronavírus.

Sieeesp
A entidade que representa as escolas particulares do estado de São Paulo tem reforçado a necessidade de que as instituições de ensino informem suas comunidades e famílias de alunos sobre as medidas de prevenção preconizadas pelo Ministério da Saúde e órgãos oficiais, em relação ao enfrentamento do novo coronavírus.

Publicar um comentário

0 Comentários