Ford é a montadora oficial da CONMEBOL Libertadores


A Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) anunciou hoje a Ford como montadora oficial da CONMEBOL Libertadores. Como parte do patrocínio, a Ford se beneficiará da exposição de sua marca na América do Sul e no mundo por meio de sua imagem em estádios, ativações, transmissões televisivas e ativos digitais.

O patrocínio do maior evento esportivo do continente faz parte da estratégia de posicionamento da marca, com ações centradas no consumidor para construir um relacionamento de confiança. Além da exposição da marca em todas as partidas, a Ford vai oferecer experiências de conectividade e mobilidade para os clientes e para o público.

"Estamos orgulhosos de ter o apoio de uma das marcas internacionais mais reconhecidas do setor automobilístico. Acreditamos que a sua confiança e comprometimento com o futebol sul-americano correspondem ao excelente momento que esse esporte está vivendo no continente, tanto no nível esportivo como de gestão, e projeção de crescimento nos próximos anos”, disse Juan Emilio Roa, diretor comercial da CONMEBOL.

“A Ford patrocinou o Rock in Rio em 2019 e estar na Copa Libertadores a partir deste ano é mais uma grande ação para mostrar a renovação da marca no Brasil e na América do Sul”, diz Natan Vieira, vice-presidente de Marketing, Vendas e Serviços da Ford América do Sul. “Além de ser uma excelente plataforma para o lançamento de produtos, a CONMEBOL Libertadores traz várias oportunidades alinhadas com o nosso objetivo, que é o reconhecimento da Ford como uma marca de confiança que promove experiências inovadoras para os clientes”.

A Ford junta-se a renomadas marcas globais como Amstel, Betfair, Bridgestone, Gatorade, EA Sports, Mastercard, Qatar Airways, Rexona e Santander, que já acreditam sempre e trabalham com a CONMEBOL no desenvolvimento de suas competições e em tornar o futebol sul-americano uma referência em todo o mundo. Com essa aliança, a CONMEBOL fecha a décima e última posição de patrocínio da CONMEBOL Libertadores e completa a cota do ciclo 2019-2022.

Enviar um comentário

0 Comentários