Inadimplência das empresas aumenta 9,9% em janeiro


Segundo a Serasa Experian, índice bate recorde novamente e atinge 6,2 milhões de empreendimentos e 94,2% são micro e pequenos negócios

Pelo 11º mês consecutivo, a inadimplência das empresas bateu recorde no Brasil e chegou a 6,2 milhões em janeiro de 2020. O dado é 9,9% maior do que o mesmo mês do ano anterior, quando eram 5,6 milhões de empreendimentos com contas em atraso. Dentre aqueles com contas atrasadas e negativadas, 94,2% são micro ou pequenos, com os demais se dividindo entre médio e grande portes. Com relação a dezembro/19, o aumento dos inadimplentes foi de 0,9%.


O economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, comenta que este cenário não deve mudar nos próximos meses. “É preciso que os donos de negócios saibam como agir em casos de crescimento econômico abaixo do esperado e demora nos reflexos dos juros baixos na oferta de crédito. Ter planejamento financeiro é fundamental, assim como renegociar as dívidas mais caras junto aos credores”.

Menos empresas do comércio estão endividadas, mas serviços mantém alta

As companhias que atuam no comércio apresentaram queda de 1,2 ponto percentual na representatividade ante o total de inadimplentes, passando de 41,6% em janeiro de 2019 para 40,4% no primeiro mês deste ano. Já o setor de serviços mantém o aumento de 1,3 ponto percentual, com 50,2% daqueles negócios com contas em atraso e negativadas.


Todas as regiões registraram alta na inadimplência das empresas, com destaque para a região Sul:


Publicar um comentário

0 Comentários