Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho suspende todos os eventos e cursos e fecha coworkings públicos, escola técnica e centro de formação cultural


Contrata SP, mutirões de empreendedorismo, feira de artesanato e reuniões setoriais estão suspensas

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da Prefeitura de São Paulo suspendeu todos os eventos, cursos e encontros que estavam programados até o final de março, seguindo a determinação de restrição para a realização de ações que envolvam grandes aglomerações de pessoas na capital. As cinco unidades dos Teias, a escola técnica Professor Makiguti e o Centro de Formação Cultural em Cidade Tiradentes ficarão fechados por tempo indeterminado.

“Seguindo as orientações do prefeito Bruno Covas estamos tomando as medidas de precaução para que o coronavírus não se alastre em São Paulo. Continuaremos trabalhando em alinhamento com a Secretaria Municipal da Saúde e com as recomendações das autoridades da saúde para enfrentar esse desafio”, afirma a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

As 24 unidades dos Cates continuarão atendendo normalmente, seguindo a recomendação da Prefeitura de não paralisar neste momento os serviços à população. As condições de atendimento serão reavaliadas diariamente pela equipe técnica juntamente com as autoridades de saúde. O processo seletivo para vagas em um hospital, que encerrou a distribuição de senhas na sexta-feira, dia 13, será realizado nesta terça, 17 de março, somente com candidatos que retiraram as senhas na semana passada.

“A recomendação é que as pessoas que estão em busca de emprego acessem o portal do Cate, confira as vagas disponíveis e só vá até uma unidade do Cate caso encontre uma oportunidade que tenha o seu perfil”, explica Aline Cardoso. “O portal do Cate conta com dezenas de cursos gratuitos que podem ser acessados a distância, o que pode ser uma boa alternativa neste momento”, completa. Para acessar o site do Cate clique aqui.

Já o atendimento aos empreendedores realizado pela Ade Sampa nas 32 subprefeituras, no Cate Central, no Cate Interlagos e no CIC Jaraguá também continuará os serviços de apoio ao microempreendedor individual.

O Banco de Alimentos da Prefeitura de São Paulo continuará funcionando normalmente recendo a doação de alimentos e distribuindo para entidades assistenciais.

Unidades fechadas

O Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes, que conta com cursos, teatro, cinema, biblioteca e diversas atividades culturais, ficará fechado a partir desta quarta-feira (18), seguindo a recomendação do Governo do Estado para o fechamento de museus, bibliotecas e centro culturais no Estado por prazo indeterminado.

Os Teias, coworkings públicos, localizados em Taipas, Cidade Tiradentes, Centro, Parelheiros e Santo Amaro também fecharão por período indeterminado a partir desta terça.

As aulas na Escola Municipal de Educação Profissional e Saúde Pública Professor Makiguti, em Cidade Tiradentes, que conta com 1.400 estudantes, estão suspensas a partir do dia 23 de março também por tempo indeterminado.

Cursos

Todos os cursos de capacitação profissional e qualificação empreendedora também estão suspensos. Com a medida, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho suspendeu as aulas de 16 cursos profissionalizantes, que começariam nesta terça-feira, dia 17, em parceria com o Centro Paula Souza.

Os cursos de capacitação empreendedora da Ade Sampa, realizado nas subprefeituras, e também os programas Fábrica de Negócios e Mais Mulheres, que iniciariam este mês estão suspensos. A medida impacta em cursos que já começaram em Itaim Paulista e Grajaú e que iniciariam esta semana em Santo Amaro, Centro e Parelheiros.

Já as acelerações empreendedoras do Vai Tec, Green Sampa e do Ligue os Pontos continuará sendo realizada por meio de atendimento online.

Eventos suspensos

Entre os eventos suspensos, que ainda não têm nova data para acontecer, estão o Contrata SP - Jovem Aprendiz e o Contrata SP - Saúde, que ocorreriam em 19 e 30 de março, respectivamente. A expectativa era reunir mais de 1.500 pessoas em cada evento que levaria vagas de emprego específicas para cada setor.

Nesta quinta-feira, 19 de março, quando é comemorado o Dia do Artesão, estava programada a abertura da Semana do Artesão na Praça do Patriarca, com feira de artesanato, atendimento aos empreendedores manualistas, além do credenciamento no programa Mãos e Mentes Paulistas. O evento, que ocorreria até sábado também seria realizados nos bairros da Penha e da Freguesia do Ó. A previsão era receber cerca de 1.000 pessoas por dia.

A agenda de eventos passará por nova programação de datas com base nas orientações da Secretaria Municipal da Saúde.

Enviar um comentário

0 Comentários