B3B A VIDA vai fornecer três mulhões de testes para diagnósticos da Covid-19

Imagem meramente ilustrativa. Arquivo Portal Primus FM

Parceria com líder chinesa do insumo permite à empresa brasileira trazer rapidamente os testes ao País. Primeiro lote de um contrato de 60 mil kits já foi fechado

A B3B A VIDA, empresa brasileira importadora e distribuidora de produtos médico-hospitalares, fechou uma parceria estratégica com a Hybribio, líder chinesa na produção de diagnósticos moleculares, para fornecer no Brasil 3 milhões de kits de teste do tipo Real Time PCR para diagnóstico da Covid-19.

A B3B obteve, no início de abril, a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para importação e comercialização dos testes e já realizou a primeira entrega na Bahia, que desembarcaram no Brasil no último dia 10 de abril.

“Conforme orientação da Organização Mundial da Saúde, estamos prontos para colocar no mercado 3 milhões de testes nos próximos 60 dias", garante Bruno Albuquerque, diretor de relações institucionais da B3B A VIDA. "A Hybribio produz cerca de 200 mil testes por dia e a parceria que estabelecemos permite adquirir e trazer boa parte dessa produção".

Hybribio está presente em mais de 30 país e dispõe de uma equipe com cerca de 180 pesquisadores especializados em biologia molecular. A B3B A VIDA mantém funcionários alocados na China, em contato permanente com a Hybribio, de maneira a agilizar compras, o desembaraço alfandegário, garantindo o embarque dos kits por via aérea, de maneira que cheguem rapidamente ao Brasil.

O teste do tipo RT-PCR para a Covid-19 produzido pela Hybribio apresenta mais de 99% de confiabilidade e fornece o resultado em aproximadamente 90 minutos. Ao contrário dos testes rápidos, que identificam a presença de anticorpos no sangue, o PCR revela a existência do próprio vírus. Daí a sua precisão, pois é capaz de diagnosticar a doença logo depois do contágio - o teste rápido só terá resultado confiável sete dias depois do aparecimento dos sintomas da doença.

“Diferentemente da maioria dos testes que possuem somente um marcador, o RT-PCT produzido pela Hybribio trabalha com dois marcadores ao mesmo tempo, o que confere especificidade e sensibilidade elevadas ao processo”, explica Renata de Cássia Pires, doutora em biologia parasitária pela Fiocruz e assessora técnica da B3B A VIDA.


Outra vantagem é que os laboratórios e hospitais do País já possuem equipamento para processar os testes do tipo RT-PCR e estão acostumados a trabalhar com ele. "O kit que fornecemos traz o reagente desenvolvido pela Hybribio, capaz de detectar o novo coronavírus, tecnologia que poucas empresas no mundo detêm", explica Albuquerque.

Enviar um comentário

0 Comentários