Empresa promove ações virtuais para entretenimento dos funcionários

Daniella Gallo, Diretora de Gente e Gestão da Radix. Foto - Divulgação

Lives e jogos variados fazem parte da sala de descompressão online

Pensando na saúde de seus colaboradores, que estão em home office desde o início da pandemia de Covid-19, a Radix está promovendo algumas ações remotas para integrar a equipe e, consequentemente, diminuir o distanciamento social, com momentos de lazer e relaxamento para os mais de 600 funcionários da multinacional brasileira de engenharia e tecnologia. Batizado de sala de descompressão online, o espaço, criado especificamente para a quarentena, já realizou bate-papos com nutricionista e psicólogas e também divulga talentos escondidos de seus profissionais.

A programação prevê três lives por semana, com duração de 30 minutos, e temas bastante diversificados, como: uma sessão de alongamento, bate-papo sobre saúde mental em tempos de isolamento social, dicas de finanças pessoais, aula de Taekwondo para iniciantes, orientações de cuidados especiais com os pets durante a quarentena e conscientização sobre masculinidade tóxica e os impactos desse tipo de comportamento dentro do confinamento.

Nos outros dias da semana, há desafios de lógica, jogos dos sete erros e outras atividades que engajam e aguçam a curiosidade das pessoas. O espaço já recebeu, inclusive, um happy hour com um radixiano tocando violão e cantando alguns sucessos brasileiros e internacionais.

“Uma de nossas prioridades neste cenário da quarentena tem sido garantir o bem estar de nossas equipes, que o bom clima de trabalho que sempre prezamos possa ser percebido pelos colaboradores, ainda que de forma virtual. Entendemos que a sala pode ser um dos canais para manter as equipes integradas e conectadas, mesmo que virtualmente. Nossos colaboradores podem relaxar e ter um bom papo com os colegas. Assim, ajudamos a reduzir o sentimento de solidão que o isolamento promove e aproveitamos para oferecer um conteúdo de qualidade para todos”, afirma Daniella Gallo, Diretora de Gente e Gestão da Radix.

A sala de descompressão também funciona como uma espécie de vitrine. Os profissionais externos que participam das lives no espaço têm seus contatos divulgados para que as pessoas possam procurá-los para um atendimento particular, caso desejem. “Essa foi uma forma que a Radix encontrou para auxiliar os profissionais autônomos durante a crise”, explica.

As atividades e temas propostos foram pensados pelo time de comunicação da Radix, junto com a diretoria, equipe de Gente & Gestão e SGI. Foram levados em consideração os perfis dos colaboradores e as demandas pré-existentes mapeadas por cada departamento.

Daniella Gallo assumiu em março a diretoria de Gente e Gestão, depois de dois anos gerenciando as equipes de tecnologia da Radix. Ela é responsável pela gestão de pessoas e desenvolvimento de talentos na empresa, contribuindo para um crescimento sustentável e mútuo, por meio do engajamento das pessoas e alcance de resultados estratégicos. Daniella é engenheira química formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com MBA em gestão de negócios. Atuou na área de engenharia e tecnologia por mais de 20 anos e liderou a área de Recursos Humanos de grandes empresas.

Publicar um comentário

0 Comentários