Hospital de Urgência de São Bernardo destaca sua exclusividade no tratamento do Covid-19

Foto - Gabriel Inamine

Com infraestrutura moderna e sustentável, o maior hospital do País foi inaugurado na presença de autoridades governamentais que prestigiaram a unidade com 250 leitos equipados em prol da causa

Inaugurado neste mês de maio, o Hospital de Urgência de São Bernardo, considerado o maior do País, foi construído com uma estrutura equipada para atender, com exclusividade, os casos de Covid-19, tendo em vista, o período de pandemia.

Na presença de autoridades governamentais, entre elas, municipais e estaduais, em destaque para o prefeito do município, Orlando Morando, ao governador do estado de São Paulo, João Doria e profissionais da saúde, o evento marcou a inauguração de um hospital modelo.

A unidade está equipada para receber pacientes encaminhados por demais serviços de saúde e, além de atender moradores do município, também estará equipado a receber pacientes da Grande São Paulo, por meio da CROSS (Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde). Com investimento na estrutura de terapia intensiva, o hospital garante atendimento aos pacientes com quadros mais agudo de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave).

Foto - Ricardo Cassin

O hospital conta com 170 leitos de enfermaria e 80 de UTI e 1500 profissionais de Saúde, visando proporcionar assistência aos pacientes com sintomas respiratórios provocados pelo novo coronavírus.

Instalado e projetado com especial infraestrutura, além de uma arquitetura multifuncional com foco na sustentabilidade, o complexo hospitalar é formado por sete pavimentos equipados com sistemas inteligentes e funcionais, tendo em vista o aquecimento solar e água de reuso, que salienta o foco na sustentabilidade.

Já a estrutura física é composta por oito elevadores que conduzem pacientes pelo espaço distribuído entre as alas; adulta e infantil. Além dos leitos, o hospital possui três salas cirúrgicas, como salas para exames específicos, sendo de raio-x, tomografia, ultras som, entre outros.

Com a construção e funcionamento do Hospital de Emergência, o município se destaca também com a sua colaboração na geração de empregos, pois são 1.500 profissionais que atuarão no hospital, sendo 1.065 novos postos de trabalhos que foram criados na cidade.

Entre os profissionais contratados estão médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas, farmacêuticos, assistentes social, fonoaudiólogo, limpeza, segurança e profissionais da área administrativa.

Foto - Ricardo Cassin

Somente para construção e equipamentos, o Governo do Estado investiu R$ 20 milhões, contando com a aquisição de mobiliário, equipamentos hospitalares e de informática. Na construção do hospital, o total do recurso aplicado pelo município foi de R$ 127,6 milhões, com o apoio do Governo Federal que investiu R$ 25 milhões.

Para o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, a equipe de profissionais do novo Hospital de Urgência terá a missão de atuar com amor e dedicação no atendimento de todos os pacientes internados na unidade.

Segundo o governador de São Paulo, João Doria, o Hospital de Urgência atende o Grande ABC, não apenas São Bernardo do Campo, mas toda a região, o que melhora a condição de oferta de leitos de UTI, sendo essencial para o controle do coronavírus.

Publicar um comentário

0 Comentários