Statkraft Brasil faz doações para combate ao coronavírus

Entrega de cestas básicas e kits de higiene à comunidades da Bahia. Foto - Divulgação

Iniciativa vai apoiar instituições de diversos estados do país e tem como objetivo ajudar a população durante a pandemia

O avanço da Covid-19 no Brasil tem se intensificado. Para ajudar no combate da crise sanitária que se instaurou rapidamente no país, a Statkraft Brasil fará doações às instituições de Santa Catarina (onde fica a sede da companhia), Rio de Janeiro (onde fica o escritório de Comercialização de Energia), na Bahia e no Espírito Santo, onde têm ativos. De acordo com o CEO da Statkraft no Brasil, Fernando De Lapuerta, as ações vão corroborar com o enfrentamento da crise.

“Como uma empresa socialmente responsável, temos como valores a ética e o respeito pelas pessoas e meio ambiente. Nossa visão do negócio prioriza a sustentabilidade em todas as vertentes. Acreditamos que prover energia pura vai além da geração com o uso de fontes renováveis; é um processo de responsabilidade e comprometimento, que perpassa todo o DNA da empresa, por isso não podíamos deixar de ajudar. Sabemos que, neste momento, por menores que sejam, os apoios podem salvar vidas”.

Doações

Com foco no bem-estar das pessoas afetadas pelo vírus e de seus familiares, a Statkraft doará ao Sistema Único de Saúde (SUS) o valor necessário para a produção de 4 mil testes moleculares e rápidos para a detecção do coronavírus, que serão fabricados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A ação faz parte do movimento #energiapracuidar que conta com a participação de outros players do setor elétrico.

A empresa também fará contribuições em estados onde tem ativos. “A empresa está direcionando recursos próprios para auxiliar instituições que atuam no combate ao coronavírus, além disso, continua oferecendo suporte àquelas que já eram parceiras em outros projetos e, atualmente, estão também mobilizadas no combate à pandemia”, relata a gerente de Sustentabilidade da Statkraft no Brasil, Cristiane Silva.

Entre os projetos contemplados, destaca-se a participação na campanha ‘Tá Limpo!’, desenvolvida pela Central Única das Favelas - Cufa. A Statkraft doará 6 mil kits de higiene (com água sanitária e detergente) ao projeto, que fará a entrega aos moradores de Alegre, Castelo, Conceição do Castelo e Santa Leopoldina no Espírito Santo.

Já no Rio de Janeiro, a companhia doará à Universidade Federal Fluminense (UFF) três nobreaks, quatro impressoras 3D e um molde de injeção para a produção de faceshields (escudos de proteção facial). Os aparelhos, já certificados pela Anvisa, serão destinados aos profissionais de hospitais, UPAs e Corpo de Bombeiros do estado.

Por meio dos programas internos Desafio Solidário e Juntos na Statkraft, a empresa fornecerá gratuitamente 500 máscaras para a população carente de Santa Catarina. Ao realizar exercícios físicos, aulas de iogas e mindfulness (todos em casa), os funcionários acumulam quilômetros que podem ser revertidos em ajuda humanitária. A cada 2 km, uma máscara é doada. Os projetos têm como objetivo promover o espírito de voluntariado e fortalecer o desenvolvimento humano, além de estimular a prática de atividade física e promoção de saúde. Ainda no Sul do país, a Statkraft doará materiais para a construção de ventiladores pulmonares à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Em parceria com os projetos sociais da Brigada Voluntária Anjos da Chapada, os residentes de Seabra (do semiárido da Bahia) receberam nesta terça-feira, 19 de maio, cestas básicas, kits de higiene e máscaras de proteção. A pedido da Statkraft, as máscaras foram feitas pela Associação Artesãs Filhas do Vento e entregues, sem custo, à comunidade. Dessa forma, espera-se não só ajudar na prevenção da doença, mas também contribuir com o desenvolvimento econômico local.

Publicar um comentário

0 Comentários