Hospital de Urgência de São Bernardo é referência do País no tratamento da Covid-19

Foto - Gabriel Inamine

Com infraestrutura moderna e sustentável, o maior hospital de urgência do País, exclusivamente para o tratamento da Covid-19, continua sendo referência em atendimento, com 250 leitos equipados

O Hospital de Urgência de São Bernardo, considerado o maior do país, construído com uma estrutura equipada para atender, com exclusividade, os casos de Covid-19, tem sido referência em tratamentos e bons resultados.

A unidade, que conta com 170 leitos de enfermaria e 80 de UTI, até meados do mês de setembro, registrou total ocupação nos 119 leitos de enfermaria e 66 de UTI, visando proporcionar assistência aos pacientes com sintomas respiratórios provocados pelo novo coronavírus.

Para oferecer um bom atendimento, o hospital, que está totalmente equipado com aparelhos de última geração, conta também, com 1.500 profissionais da área da Saúde, todos preparados a atender moradores do município e a receber pacientes da Grande São Paulo, por meio da CROSS (Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde).

Com investimento na estrutura de terapia intensiva, o hospital garante atendimento aos pacientes com quadros mais agudo de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave). Instalado e projetado com especial infraestrutura, além de possuir uma arquitetura multifuncional, com foco na sustentabilidade, o complexo hospitalar é formado por sete pavimentos equipados com sistemas inteligentes e funcionais, tendo em vista o aquecimento solar e água de reuso, que salienta o foco na sustentabilidade.

Foto - Ricardo Cassin

Já a estrutura física é composta por oito elevadores que conduzem pacientes pelo espaço distribuído entre as alas; adulta e infantil. Além dos leitos, o hospital possui três salas cirúrgicas, como salas para exames específicos, sendo de raio-x, tomografia, ultras som, entre outros.

Com a construção da Unidade, novos profissionais foram contratados para desempenhar diversas funções, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas, farmacêuticos, assistentes social, fonoaudiólogo, limpeza, segurança e profissionais da área administrativa.

Somente para o desenvolvimento do projeto, construção e instalações de maquinários, o Governo do Estado investiu R$ 20 milhões, contando com a aquisição de mobiliário, equipamentos hospitalares e de informática. Na construção do hospital, o total do recurso aplicado pelo município foi de R$ 127,6 milhões, com o apoio do Governo Federal que investiu R$ 25 milhões.

Para o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, a equipe de profissionais do novo Hospital de Urgência terá a missão de atuar com amor e dedicação no atendimento de todos os pacientes internados na unidade. Segundo o governador de São Paulo, João Doria, o Hospital de Urgência atende o Grande ABC, não apenas São Bernardo do Campo, mas toda a região, o que melhora a condição de oferta de leitos de UTI, sendo essencial para o controle do coronavírus.

Publicar um comentário

0 Comentários