7 dicas para acelerar o crescimento de seus cabelos


Afinal, quais são os cuidados que devemos tomar para tratar a queda capilar e deixar os cabelos mais fortes, compridos e saudáveis

A partir dos 25 anos, muitas mulheres e homens percebem que seus cabelos estão caindo em ritmo mais acelerado, segundo a Sociedade Brasileira do Cabelo. “Existem diversas causas para esse fenômeno de queda dos fios, que podem sofrer com a miniaturização (ou seja, ficando cada vez mais finos) quando é um problema genético ou caírem de forma intensa por conta de dietas restritivas, estresse ou pós-parto”, afirma o Dr. Lucas Fustinoni, médico tricologista, referência internacional em Tricologia e membro da World Trichology Society e da European Hair Research Society.

Mas hoje existem diversos tratamentos para recuperar a força e a saúde dos fios. Abaixo, o especialista dá algumas dicas:

Verifique se o nível de ferro no seu sangue está adequado
A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 30% da população mundial é anêmica, ou seja, possuem uma condição caracterizada de deficiência na concentração da hemoglobina devido à falta de ingestão de ferro.

“Sabemos que o ferro é responsável por fazer com que seu corpo produza hemoglobina, elemento do sangue com a função de transportar oxigênio dos pulmões para nutrir todas as células do organismo, incluindo aquelas que alimentam seus fios. Por isso, ele é tão importante para o crescimento capilar”, explica o tricologista. Quer saber quais alimentos contam com esse nutriente? Invista no feijão, espinafre, lentilha, castanha de caju e carne vermelha.



Invista em bons alimentos como o ovo
As carências de vitaminas, minerais, proteínas, gorduras e carboidratos de boa qualidade também impactam na saúde dos fios e do couro cabeludo. “Seu cabelo é composto principalmente de proteínas, portanto, incluir quantidades adequadas em sua dieta é vital para o crescimento do cabelo”, afirma o tricologista.

“Alimentos que são boas fontes de proteínas são peixe, frango, carne magra, ovos, feijão, quinoa, tofu e leguminosas. O ovo por exemplo é um velho conhecido quando o assunto é saúde capilar, sendo incluído em receitas caseiras de hidratação dos fios. Sua boa ‘fama’ vem do fato de que o ovo é rico em proteínas, ácidos graxos, aminoácidos essenciais, vitaminas e minerais como zinco, selênio e ferro. Esses micronutrientes são envolvidos nos processos de formação da fibra capilar e de multiplicação das células da raiz do cabelo, facilitando o processo. É por isso que o consumo de ovos contribui para sua saúde capilar”, diz o médico.

Outras boas fontes de zinco incluem sementes de abóbora, peixe, ovos e lentilhas. No caso do selênio, este mineral é rico em enzimas que ajudam os folículos pilosos a ficarem protegidos contra agressões ambientais. “Além do ovo, a castanha-do-pará é uma boa fonte desse nutriente”, completa.

Converse com seu médico sobre suplementos
A correria do dia-a-dia, muitas vezes, dificulta a obtenção de todos os nutrientes e vitaminas que nosso corpo precisa. Em alguns casos, você pode precisar de vitaminas orais, como Exsynutriment, Biotina e Vitamina C, para tornar seus cabelos mais grossos e resistentes.

“Sabemos que o folículo rico em colágeno permite uma ancoragem de alta eficiência diminuindo a queda do cabelo, por isso essas substâncias são importantes. Além disso, elas ajudam a promover um incremento do fluxo de nutrientes permitindo o aumento da produção de queratina e, por consequência, melhora significativa da densidade capilar”, explica o médico.


Evite penteados apertados e jamais durma com ele preso
“Evite rabos de cavalo mega-apertados, pois a tensão pode e vai quebrar o cabelo", diz Dr. Lucas. Os melhores prendedores ou xuxinhas são feitos com tecido mais suave.

“Uma alternativa interessante é usar os “hashis” de madeira. Além disso, se o seu cabelo é propenso a quebrar, você nunca deve dormir com ele preso, pois isso atrapalha os fios”, explica o médico.

Cuidado com chapinhas e secadores
“As ferramentas de calor podem remover a umidade dos seus fios, o que pode torná-los frágeis e quebradiços. Além disso, a agressão constante do calor ao couro cabeludo por inflamar os folículos e dificultar o crescimento dos fios. Também evite o uso de água quente quando lavar o cabelo, pois o calor abre as cutículas, tornando os fios mais suscetíveis aos danos do secador e da chapinha, além de piorar quadros de caspa”, destaca o Dr. Lucas.

Invista no minoxidil
Muitas pessoas fazem uso do Minoxidil para auxiliar em tratamentos de calvície e queda de cabelo. Geralmente encontrado nas farmácias na concentração de 5%, esse medicamento tópico age aumentando a circulação sanguínea do couro cabeludo e melhorando a oxigenação da região.

“Dessa forma, o medicamento prolonga a fase anágena, ou seja, a fase de crescimento do cabelo e promove o crescimento de fios mais fortes e saudáveis”, explica o médico. Mas atenção: para aplicação correta, primeiro deve-se dividir o cabelo em cinco partes e, começando pelo centro, é preciso que você aplique cinco borrifadas de Minoxidil em cada uma delas, em seguida massageando o couro cabeludo até completa absorção do produto.

Faça uso de equipamentos baseados em ledterapia
Para quem procura por resultados mais rápidos uma boa dica é utilizar aparelhos que utilizam da Low Light Level Therapy (Terapia de Luz com Baixa Potência), ou seja, que usam de LEDs para espessar os fios, aumentar a quantidade de cabelos e prolongar a fase de crescimento dos fios.

“São bonés ou capacetes que usam a luz vermelha no comprimento de 660 nanômetros, que fornece energia, na medida em que a estrutura celular localizada nas membranas da mitocôndria são estimuladas a produzir mais ATP nas células. O efeito esperado é de engrossamento e aumento do número de fios no couro cabeludo, além de ser um auxílio na penetração das loções prescritas pelo dermatologista”, finaliza o médico.

Publicar um comentário

0 Comentários