Cai o número de ações condominiais na cidade de São Paulo


Em outubro, foram protocoladas 878 ações, o que representa uma
queda de 5,8% em relação ao mês anterior

De acordo com levantamento realizado pelo Secovi-SP no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, houve queda no número de ações judiciais por falta de pagamento do condomínio na cidade de São Paulo.

Em outubro, foram protocoladas 878 ações condominiais, o que representa uma queda de 5,8% em relação a setembro, que registrou 932 casos. Em relação ao mesmo mês do ano anterior, a redução foi de 8,4% (958 ações).

Para a diretora executiva da vice-presidência de Administração Imobiliária e Condomínios, Moira de Toledo, os dados confirmam a pequena redução da inadimplência já verificada nos meses anteriores. Além disso, representam a valorização da estrutura condominial, visto ter priorizado seus custos num ano de tantos desafios ocasionados pela pandemia.

Evolução mensal das ações condominiais

No acumulado de dez meses deste ano, as 8.280 ações protocoladas ficaram 4,2% inferior aos 8.644 casos contabilizados em igual período de 2019. Nos últimos 12 meses, de novembro de 2019 a outubro de 2020, foram registradas 10.018 ações, recuo de 0,5% na comparação com o intervalo anterior (novembro de 2018 a outubro de 2019), que totalizou 10.071 processos. Confira mais detalhes no gráfico abaixo:

Publicar um comentário

0 Comentários