Fraudes no e-commerce: veja como evitá-las na Black Friday


O aplicativo VIPy e outras precauções podem ser importantes aliados dos consumidores durante o período

O mês de novembro conta com uma das datas mais aguardadas pelos consumidores: a Black Friday. Conhecida por ser uma época que dispõe de grandes promoções e descontos em produtos dos mais variados segmentos do mercado, o período traz vantagens para o orçamento dos clientes, que conseguem adquirir diferentes itens com preços baixos.

Mas para aproveitar a Black Friday de forma segura, é necessário que os compradores redobrem os cuidados com a segurança durante suas compras para que não caiam em golpes ou sofram fraudes no ambiente digital. Na última edição, por exemplo, a cada R$ 1 mil em pedidos, cerca de R$ 22,40 estavam relacionados a compras fraudulentas.

Pensando em uma forma de proteger os consumidores, o app VIPy listou as cinco fraudes mais comuns na época e como se prevenir de cada uma delas. Confira:

Vazamento de dados

Com o alto nível de movimentação no e-commerce, é muito comum que haja vazamento de dados pessoais e hackeamento de informações. Para evitar que isso aconteça, além de uma boa pesquisa a fim de averiguar a confiabilidade da loja, os compradores podem se cadastrar gratuitamente no aplicativo VIPy, que tem a missão de trazer segurança e acolhimento nas compras online. O app funciona monitorando o CPF de seus usuários cadastrados e, assim, é capaz de notificá-los caso o dado seja utilizado indevidamente no ambiente digital.

Preços camuflados

Outro ponto de atenção aos consumidores é com relação a comparação de preços durante o período, já que algumas lojas acabam camuflando os reais valores dos produtos. Isso ocorre quando, dias antes da Black Friday, os vendedores aumentam exageradamente os valores e, quando a data chega, o valor normal é anunciado novamente, simulando uma promoção.

E-mails enganosos

O recebimento de e-mails falsos também é bastante corriqueiro na época, visto que hackers podem criar sites forjados para realizar golpes. Sendo assim, é essencial que atentar aos remetentes dos e-mails, para que não clicar em links ilegítimos e, por consequência, ter seus dados roubados.

Anúncios com preços diferentes

A Black Friday também é responsável por causar um aumento no número de anúncios na internet, com promoções variadas. Neste caso, deve-se atentar aos preços divulgados no anúncio e com os que estão efetivamente na página de compra. Algumas empresas acabam apresentando um valor mais interessante no momento de anunciar, que difere do valor indicado no carrinho de compras.

Aumento de frete

Durante as pesquisas feitas previamente, os consumidores poderão calcular quais são os valores reais dos produtos e quanto custavam os fretes, sem o desconto da Black Friday. Caso o preço tenha abaixado e o frete aumentado, o valor final da compra acaba sendo o mesmo que em qualquer outro período do ano.

Publicar um comentário

0 Comentários