Últimas

6/recent/ticker-posts

4 benefícios da arginina para a saúde

Foto - Divulgação

Especialista fala sobre os benefícios da arginina e como ela pode contribuir para a melhoria do desempenho em atividades físicas

Você sabia que o corpo humano é formado por aproximadamente 18% de aminoácidos? Eles são fundamentais para a saúde, constituem as proteínas dos músculos e também estão presentes de forma livre para auxiliar o organismo em várias funções.

Um desses aminoácidos é a arginina, que faz parte do grupo de “aminoácidos não essenciais”, ou seja, que são produzidos pelo nosso organismo. Apesar de sua produção ocorrer naturalmente, em algumas situações como períodos de estresse e pós-cirúrgicos, a quantidade produzida pode não ser suficiente para atender à demanda. Nesses casos, a ingestão desse aminoácido por meio do consumo de alimentos e suplementos com arginina pode ser necessária, bem como pode proporcionar diversos benefícios.

Para entender melhor sobre o funcionamento da arginina no organismo, a gerente da divisão AminoScience da Ajinomoto do Brasil, Tatiana Gargalaka, preparou uma lista de benefícios desse poderoso aminoácido. Lembre-se de que o recomendado é que o consumo de suplementos seja feito sempre a partir da indicação de um profissional de saúde habilitado.

Melhora da performance em atividades físicas

A arginina é precursora de óxido nítrico. Essa substância auxilia na vasodilatação, o que pode melhorar a passagem do sangue para o tecido muscular, facilitando o aporte de oxigênio e nutrientes para os tecidos.

Desta forma, esse aminoácido pode contribuir para melhorar a qualidade do treinamento com pesos, o que, ao longo do tempo, pode ajudar a potencializar os efeitos positivos do treinamento, como o aumento de massa muscular e de força contrátil.

“A arginina também contribui para a redução dos danos oxidativos durante o exercício, o que pode diminuir o risco de infecções, principalmente em exercícios de alta intensidade”, explica Tatiana.

Redução da fadiga

O consumo de arginina pode aliviar a sensação de fadiga, pois o aminoácido age no ciclo da ureia, que ajuda no processo de desintoxicação metabólica de amônia - substância tóxica que pode levar à fadiga e ao cansaço. Ou seja, a arginina pode auxiliar na desintoxicação da amônia e, com isso, prevenir o cansaço físico e mental provocado por essa substância.

A arginina também pode ajudar na redução e prevenção da fadiga quando combinada com a cafeína. Isso porque a arginina pode prolongar o estado de alerta provocado pela cafeína, que é uma substância já conhecida e consumida por seus efeitos estimulantes.

Melhora do sistema imune

Um dos diversos benefícios que a arginina pode proporcionar para a saúde é o fortalecimento do sistema imunológico. Isso porque o óxido nítrico promove um melhor funcionamento dos macrófagos e de outras células responsáveis por manter o bom funcionamento do sistema imunológico.

“Como a arginina é precursora do óxido nítrico, ela contribui para o fortalecimento dos mecanismos de defesa do organismo”, destaca Tatiana.

Contribuição no controle da pressão arterial

O óxido nítrico é uma das principais substâncias presentes no endotélio vascular responsável pelo relaxamento muscular e pela redução da pressão sanguínea. Ou seja, possui efeito na vasodilatação, que ajuda a melhorar a circulação do sangue e, com isso, pode gerar efeitos benéficos na saúde cardiovascular.

Enviar um comentário

0 Comentários