Últimas

6/recent/ticker-posts

Negro Di: a liberdade tem um preço

Foto - Divulgação

Por Márcia Fervienza*

Nascido em 01 de junho de 1994, o participante do BBB 21, Negro Di é um geminiano com lua em peixes e urano em Capricórnio. Somado a lua conjunta a Saturno, que rege este Urano e quadra seu Sol, Negro Di tem dificuldade com regras e figuras de autoridade. Aliás, não só ele: os nascidos entre 1988 e 1996 possuem o mesmo posicionamento de Urano e todos têm uma maneira particular, por vezes rebelde e muito questionadora, para lidar com a autoridade.

A fama e exposição dada a Negro Di por sua participação no BBB colocou esse lado de sua personalidade em evidência. Sua dificuldade com a convivência em grupo e a necessidade de fazer concessões em prol do todo jogou contra ele e hoje sua continuidade no jogo se vê ameaçada.

O "brother" está sofrendo um trânsito de Plutão sobre Urano. Astrologicamente falando, Plutão é o poder último: não há rebeldia uraniana que possa contra ele. E aqui este Plutão será representado pela voz do povo. Será que Di será respeitado pela sua "originalidade" arrogante e desrespeitosa, ou será silenciado pela maioria?

Com Plutão sobre Urano, sua liberdade (Urano) é severamente cerceada (Plutão). Não me espantaria se ele tiver que responder perante a lei pelo seu comportamento no programa. Se este for o caso, esta experiência tem o potencial de ser profundamente transformadora. Porque, por menos que queira Nego Di, é preciso que ele faça uma avaliação interna e se transforme.

É importante remarcar, no entanto, que a punição do "brother", dentro e fora da casa, não está restrita ao seu comportamento. Nego Di representa aqui um comportamento social que já não é mais tolerado pelas massas, o qual desejamos eliminar de todos, e, porque ele deu voz em alto tom a algo que atualmente repugnamos, uma busca por um acerto de contas com Nego Di pretende também estabelecer um exemplo social do que não toleraremos mais de agora em diante.

*Márcia Fervienza é astróloga desde 1999. Formada em Psicologia pela Ashford University nos Estados Unidos e seguiu seus estudos nesta área, pois achava fascinante a mente humana. Hoje é mestra em Psicologia Clinica e Escolar pela Universidade da Pensilvânia e pesquisadora junto ao chair do departamento de educação da universidade.

Enviar um comentário

0 Comentários