Últimas

6/recent/ticker-posts

O pop de Dua Lipa e o jazz de Ayleen se unem em novo clipe

Foto - Marcelle Fernandes

Cantora escolheu canções do disco Future Nostalgia para o Medley

As canções de Dua Lipa ganham um novo arranjo na versão de Ayleen, cantora de Florianópolis (SC). Acompanhadas por voz e piano, o medley traz as faixas “Levitating”, “Don’t Start Now” e “Pretty Please”, todas do álbum “Future Nostalgia” (2020), da cantora britânica. Esta é a segunda música de trabalho do projeto Pop’N’Jazz, em que Ayleen apresenta suas referências musicais, que transitam entre os gêneros Pop, MPB e Jazz, sempre exaltando e valorizando a presença feminina em suas interpretações. O medley já está disponível em todas as plataformas de streaming e no YouTube.

O projeto é composto por três singles com vídeos e traz um repertório com escolhas musicais nas vozes de cantoras e compositoras que marcaram a história da música. Nessa segunda faixa, Ayleen canta e é acompanhada por Alexandre Lunardelli no piano. O músico acompanha Ayleen desde o início do projeto e é responsável pelos arranjos, captação de áudio.

Sobre a cantora

Foto - Marcelle Fernandes

Ayleen, que começou a cantar com 11 anos de idade, bebe na fonte e se inspira em mulheres como Janis Joplin, Elis Regina, Cássia Eller e Norah Jones, e viu no projeto Pop ‘n’ Jazz uma forma de homenagear essas cantoras e compositoras que admira. Jornalista por formação, a artista já participou de corais, companhias de teatro musical, e foi vocalista do 4 Seasons Jazz Trio. Com o trio de jazz, começou a mapear suas referências musicais e consolidou um repertório majoritariamente feminino.

Além de homenagear as cantoras e compositoras que admira, Ayleen também quer apresentar ao público um portfólio de seu trabalho enquanto cantora. “Quero ter um registro profissional e de alta qualidade que sirva de referência do que eu posso oferecer nos meus shows ao vivo”, acrescenta.

“Sempre que precisava montar um repertório para shows me encontrava num dilema, pois parecia que as músicas que eu gostava de cantar não “combinavam” umas com as outras. Até que um dia percebi que o que eu amava era, na verdade, a voz das cantoras, sempre mulheres: Janis Joplin, Joan Jett, Elis Regina, Cássia Eller, Ma Rainey, Norah Jones, entre outras. Percebi que, sim, eram estilos musicais diferentes, mas sempre eram as vozes dessas mulheres fantásticas que me tocavam o coração”, relembra Ayleen.

Além de enaltecer o Jazz, o Pop e a MPB, referências para Ayleen, as cores e figurinos do projeto têm algum significado para a cantora. “Toda a estética dos vídeos foi pensada para trazer uma mistura entre o atual, pop, e o antigo, vintage. As cores rosa e roxo no cenário e a maquiagem trazem referências da moda atual. Mas os vestidos, o piano de cauda e o traje formal do pianista remetem aos clubes de jazz dos anos 1920. A sonoridade vocal e o acompanhamento no piano também brincam com essas duas estéticas, o antigo do jazz e blues e o atual do pop que toca nas rádios”, explica Ayleen.

Assista abaixo ao vídeo:


Ficha técnica
Voz - Ayleen
Piano, Arranjos e Captação de Áudio - Alexandre Lunardelli
Gravação, Edição e Direção - Rafael Prudêncio Moreira
Direção de Arte, Cenário, Styling e Maquiagem - Amanda Bittencourt
Fotos - Marcelle Fernandes
Mixagem e Masterização - Fábio Sung
Produção - Gabriela Dequech Machado

Parceria além da música

Foto - Marcelle Fernandes

Vale ressaltar que a valorização de talentos femininos não se limita apenas às músicas. A cantora tem uma parceria especial com Ateliê Antonieta, uma marca de vestidos de festa de Florianópolis de duas irmãs empreendedoras. Uma é designer de moda e confecciona os vestidos do zero; a outra cuida da gestão e da Comunicação da marca. Elas prezam por oferecer diversidade de tamanhos, para corpos diferentes, e utilizam sempre mão de obra local. “Esse é um projeto pelo qual tenho bastante carinho e está de acordo com meus valores enquanto artista, que é empoderar e apoiar mulheres”. Para mais informações clique aqui.
Texto de Júlia de Aquino

Enviar um comentário

0 Comentários