Últimas

6/recent/ticker-posts

Secretaria da Justiça e Cidadania abre investigação contra Monark, Kataguiri e Adrilles


A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, por meio da Coordenação Geral de Apoio aos Programas de Defesa da Cidadania (GCAPDC), após tomar conhecimento por intermédio dos Meios de Comunicação, abriu expediente para investigar preliminarmente a conduta do influencer Bruno Monteiro, o Monark, do deputado federal Kim Kataguiri e do comentarista Adrilles Jorge.

A investigação contra o influencer Monark será pelo fato dele defender, durante um podcast do canal Flow Podcast, a existência de um partido nazista no Brasil que fosse reconhecido legalmente. Já, contra o deputado federal Kim Kataguiri, porque defendeu o partido nazista durante sua participação no podcast. O fato aconteceu na edição de segunda-feira, 07 de fevereiro, do canal Flow Podcast. O comentarista Adrilles Jorge será investigado por ter feito um gesto apontado como saudação nazista ao final de um programa jornalístico, na noite de terça-feira, dia 08.

“Vamos apurar a conduta dos envolvidos. Apoiar o nazismo, que defende a morte de pessoas, não é liberdade de expressão. Precisa ser investigado com rigor e celeridade pelas Autoridades Públicas, de acordo com a legislação”, destacou Fernando José da Costa, secretário da Justiça e Cidadania. A Secretaria da Justiça e Cidadania está amparada na legislação estadual para apurar violações de direitos humanos, que pune condutas discriminatórias.

Enviar um comentário

0 Comentários